Bruno Canino

Biografia
Bruno Canino

Nasceu em Nápoles em 1935. Este é o seu primeiro concerto em Portugal. Durante os 50 anos de carreira compôs mais de 30 peças e percorreu quase todos os continentes, do Japão à América do Sul, do Canadá à Nova Zelândia. De 1999 a 2002 foi diretor da Secção de Música da Bienal de Veneza com especial dedicação à música contemporânea.

Primeiro contacto com o piano?
Havia um velho piano vertical em casa, levaram-me a ver a Ópera de Butterfly e decidi aprender a decifrar a partitura de piano para chorar melhor por Cio-Cio-San.

Como chegou à conclusão que queria ser pianista?
Eu era muito pequeno para decidir: os meus pais decidiram por mim, de forma muito corajosa.

Conselho para um/uma jovem pianista no dia do concerto?
Cada um tem o seu biorritmo e superstições: pessoalmente eu como muito pouco, nada de álcool, e procuro matar o tempo enquanto passeio. Toco o programa inteiro, se possível no instrumento do concerto, mas de trás para a frente, a terminar na primeira peça.

Compositores favoritos e os que mais gosta de interpretar?
Mozart, Schubert e Debussy.

Episódio que lhe aconteceu durante um concerto?
Uma vez cheguei à sala e descobri que não havia piano. A data estava errada. O concerto seria no ano seguinte.